Um marsúpio para ficarem mais juntinhos

O marsúpio permite um contacto físico próximo, positivo para os pais, tranquilizante para o bebé e gratificante para ambos.

file

A utilização do marsúpio permite um contacto prolongado e regular entre mãe e filho. É positivo para ambos, especialmente durante as primeiras semanas de vida, quando mãe e filho sentem saudades da relação intensa que tinham durante a gravidez. Deste modo, se o bebé tiver nascido no fim do tempo de gravidez e não houver qualquer receio relativamente à sua saúde, a utilização imediata do marsúpio amplifica as sensações de bem-estar e contacto entre o bebé e a sua figura de referência, o que é muito importante e gratificante para ambos. A influência da utilização do marsúpio pela mãe tem um efeito positivo, imediato e duradouro para a mãe. Manter o bebé em contacto próximo durante algumas horas todos os dias favorece o desejo de cuidar do bebé e aumenta a confiança na sua capacidade de gerir, compreender e satisfazer a necessidade do bebé.

Deste modo, para o pai, a utilização do marsúpio é uma oportunidade maravilhosa para ficar em contacto próximo com o bebé e conhecerem-se um ao outro. Esta experiência produz no pai efeitos positivos, semelhantes aos produzidos na mãe, porque é um momento íntimo único e especial com o bebé. O contacto precoce e prolongado com ele é uma ocasião importante para o conhecer e iniciar um caminho de intercâmbio, que irá favorecer um reconhecimento precoce do pai como figura importante e assim a criação do laço pai-filho.