Falas inglês, mãe?

Num mundo global e multilingue, muitos pais sentem desde muito cedo necessidade de ensinar aos filhos uma segunda língua.

file

A melhor forma para uma criança aprender uma língua estrangeira é ficar exposta aos sons, ritmo e tom diferentes logo após o nascimento. Pode ser surpreendente, mas os bebés conseguem reconhecer e distingui-los mesmo antes de saberem o significado das palavras e frases: o processo de aquisição de uma segunda língua é semelhante ao da língua materna. 

Quanto mais cedo uma criança ficar exposta a uma língua estrangeira, mais fácil será aprender naturalmente. As crianças conseguem aprender fácil e naturalmente em poucos meses o que um adulto nunca conseguiria fazer, porque esta incrível capacidade de absorção começa a diminuir após a primeira infância.

É um facto bem sabido que as crianças de pais com uma nacionalidade diferente não têm problemas na aprendizagem de línguas diferentes. E, de modo a proporcionar esta oportunidade também a crianças monolingues, pode, logo a partir dos primeiros dias, deixá-las brincar com brinquedos que permitam brincar em português bem como numa língua estrangeira. Ouvir canções infantis, frases curtas e cantigas em duas línguas ajuda a associar termos, tons e expressões de forma fácil, natural e divertida.

Não nos devemos esquecer de que a exposição precoce a uma vasta gama de sons diferenciados torna a aprendizagem (e não apenas a aprendizagem de línguas) muitos mais fácil e flexível.

Acima de tudo, saber mais do que uma língua é um recurso essencial para crianças que, no futuro, podem interagir facilmente com culturas diferentes e abrir-se ao mundo.